O carnaval passa e você como fica?

Tempo de leitura: 3 minutos

confetes serpentinas carnavalPor Eduardo M. R. Lopes

O clássico samba da Império Serrano já dizia que “É carnaval, é folia, neste dia ninguém chora”, mas a pergunta que não quer calar é: e depois?

Se você faz parte do grupo de foliões que já possui ou está iniciando negócios relacionados ao Carnaval, ótimo; pois o bloco literalmente já está na rua, chegou a hora de fazer acontecer e mostrar o seu valor. Boa sorte e sucesso!

Agora, se você faz parte do grupo de foliões que vive no modo stand-by, que gosta de repetir que “as coisas no Brasil só começam a funcionar depois do Carnaval” e que “delarga” o seu futuro nas mãos dos outros, não se surpreenda se este “ano novo” não for muito diferente ou até pior do que o ano que se passou.

– Pô, Eduardo, que papo agourento logo agora, hein? Sai para lá porque eu quero é cair na folia!

Mas é claro! Vai lá, caia na folia com gosto para depois cair na real, no mínimo, de ânimo renovado. Afinal, não é mau agouro algum, mas sim a triste realidade dos fatos. O mundo é mau e, a não ser que você mame nas tetas desta entidade chamada Brasil (e, dependendo da forma, a cadeia lhe espera de braços abertos), você terá que arregaçar as mangas, suar a camisa e ir à luta ao invés de ficar vendo a vida passar no facebook à espera de uma intervenção divina que, infelizmente, é bastante improvável que aconteça.

Sem querer atravessar o samba, você por acaso já percebeu que na avenida de 2017 o bloco de janeiro já passou e o de fevereiro também já está quase no final do desfile? E aí? Parafraseando as musiquinhas natalinas, que também já passaram nesta mesma avenida, diz aí: o que você fez?

Se engasgar com a resposta, não tem problema.

Pega lá aquela listinha de resoluções para 2017 que você montou todo empolgado no final do ano passado, e que provavelmente até se esqueceu onde a colocou (Valei-me, São Longuinho!), e veja se já deu para riscar alguma coisa. Ainda não? Pelo menos tinha algo que a meta era estar pronto até o carnaval? Então, ainda dá tempo – acelera aí!

O mais importante é que, juntamente com o suor, confetes e serpentinas, você deixe também de uma vez por todas lá na avenida essa mentalidade de ficar esperando por essas datas marcantes no calendário como se elas por si só tivessem o poder mágico de resolver alguma coisa na sua vida, mas aí sou obrigado a antecipar que você irá esperar sentadinho que nada irá acontecer.

Sim, eu sei que quem espera sempre alcança, mas DESDE que tenha plantado alguma coisa e siga cuidando com carinho da sua plantação, não é mesmo? Agora, se a sua horta está vazia, de que adianta rezar para chover? Só para molhar a terra?

Então, passada a ressaca, deixe de andar com o piloto automático ligado vendo a vida, o carnaval e os governos passarem, pois essa atitude que te leva a fazer o impossível para passar o carnaval seja lá onde for e ser feliz por apenas quatro dias, é a mesma que te moverá para conquistar objetivos mais relevantes e ser feliz por bem mais tempo que isso.

A decisão, assim como os confetes e as serpentinas, estão na sua mão; mas, ao contrário das duas últimas, não a jogue fora mais uma vez, ok?

Forte abraço e um ótimo carnaval!

—————————————

Gostou? Então cadastre seu e-mail no nosso Círculo de Amigos para receber grátis e em primeira mão os próximos artigos!

Junte-se a nós!

Insira o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente novos artigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *